Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Sobe para quatro o número de mortos após queda de energia em hospital

Dois haviam morrido ainda no domingo (11). O blecaute foi causado pelo corte irregular de uma árvore mangabeira (feito por um morador, sem a...


Dois haviam morrido ainda no domingo (11). O blecaute foi causado pelo corte irregular de uma árvore mangabeira (feito por um morador, sem autorização do município). Todo o bairro em que a unidade de saúde está localizada ficou desabastecido. A Polícia Civil investiga o caso.

Os pacientes, um homem, de 61 anos, e uma mulher, de 79 anos, estavam no Hospital Centro-Norte (em Uruaçu) em estado grave. Eles se somam a Albinor Rodrigues Pereira, de 76 anos, que morreu ainda no HCamp, antes mesmo da transferência; e Altamiro Antonio de Souza, de 70 anos, foi a óbito depois de ser levado para a unidade de Uruaçu.

Assim, dos 11 pacientes que foram admitidos no Hospital Centro-Norte, sete estão na UTI, um que estava na enfermaria teve alta. Os três pacientes morreram em menos de 24h de admissão. Em nota, a unidade diz que as mortes em tão pouco tempo refletem a gravidade em que chegaram.

“Todos os esforços estão sendo feitos para preservar a vida de todos que vieram de Porangatu e que se encontram internados no momento”, conclui a nota.

Investigações

A Polícia Civil abriu inquérito ainda na segunda-feria (12) e já ouviu algumas pessoas. O delegado responsável pelo caso, Luciano Santos da Silva, aponta que a intenção é apurar responsabilidade da atuação do poder público e eventual negligência.

A prefeitura Municipal de Porangatu instaurou Processo Administrativo Disciplinar para apuração dos fatos ocorridos no HCamp no último domingo. “Reiteramos que a Prefeitura está contribuindo com as investigações realizadas pelas autoridades competentes, e segue à disposição para demais esclarecimentos”, diz em nota.

Por: Mais Goiás 

Nenhum comentário

Publicidade rodapé