Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Mãe de Henry foi recebida na cadeia sob gritos de “vai morrer”

A entrada de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, cidade da Região Metrop...



A entrada de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, cidade da Região Metropolitana do Rio, causou muito revolta entre as outras detentas do local. De acordo com a colunista Juliana dal Piva, do UOL, a “recepção” de Monique foi sob gritos de “uh, vai morrer”.

Monique e o vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho, seu companheiro, tiveram a prisão decretada na quinta-feira (8) pela juíza Elizabeth Louro, do 2° Tribunal do Júri. Eles são investigados pelo assassinato de Henry e foram presos pela acusação de estarem atrapalhando as investigações.

De acordo com o UOL, desde que entrou na cela a mãe de Henry passa os dias chorando e intercala momentos de gritos, o que gerou dúvidas nos funcionários da unidade sobre uma crise nervosa. Monique, porém, não solicitou atendimento médico. A situação é bem diferente da apresentada na delegacia, quando ela aparentava tranquilidade.

Ainda segundo a publicação, Monique recusou a visita de um advogado que pediu para encontrá-la. André França Barreto, que atua na defesa de Dr. Jairinho e Monique, afirmou que não sabe detalhes sobre essa recusa e que, ainda na sexta-feira (9), uma advogada de seu escritório esteve na prisão para entregar remédios controlados.

O advogado do casal contou que esteve com Jairo ontem e que ele negou que tenha passado mal. A defesa entrou com um pedido de habeas corpus no sábado alegando que a prisão é desnecessária e alegando que há ilegalidades cometidas durante as investigações. Servidores, porém, garantem que Jairinho foi atendido por um médico.

– Ele me disse que não pediu atendimento nenhum. Ele está sem os medicamentos que precisa para dormir e isso causa certa ansiedade. Mas está bem. Disse que nem saiu da cela – completou Barreto.

Por: Pleno News

Um comentário

  1. Olha tudo indica que eles são os culpados da morte dessa criança!Eu estou acompanhando todas as reportagens desse caso , que está sendo um crime . Fico muito revoltada com tudo isso. Mas não vou fazer nem um julgamento. Pesso a Deus que a justiça seja feita. Para que eles pagam pelo crime que cometeram.


    ResponderExcluir

Publicidade rodapé