Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Eike Batista é condenado a 11 anos de prisão e a pagar R$ 871 milhões de multa

O empresário Eike Batista foi condenado a 11 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de uso de informação privilegiada e manipulação com as aç...




O empresário Eike Batista foi condenado a 11 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de uso de informação privilegiada e manipulação com as ações da petroleira OGX. Ainda segundo a decisão da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, ele terá que pagar R$ 871 milhões de multa.

Esta á a terceira condenação do empresário por crimes contra o mercado de capitais. Somadas, as penas chegam a 28 anos de prisão. Ele também já foi condenado por pagamento de propina ao ex-governador do Rio, Sergio Cabral, e cumpre prisão domiciliar.

A juíza Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, destacou que o empresário “demonstrou fascínio incontrolável por riquezas, ambição sem limites que o levou a operar no mercado de capitais de maneira delituosa, com extremo grau de reprovabilidade” com o objetivo de obter “lucro fácil ainda que em prejuízo da coletividade, ‘acreditando’ em seu poder econômico e na impunidade que grande mal tem causado à sociedade brasileira”.

A magistrada decretou penas de 6 anos e 8 meses de prisão, mais multa de R$ 409 milhões, pelo crime de uso de informação privilegiada. Por manipulação, as penas são de 5 anos de prisão mais multa de R$ 462 milhões.

Nenhum comentário

Publicidade rodapé