Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Vereador de Teresina é baleado, mas reage a assalto e neutraliza bandido; VEJA VÍDEO

O vereador Francisco Samuel Lima Silveira (PSDB), 37, reagiu a um assalto à mão armada, na noite de ontem, em Teresina. Mesmo baleado, conse...




O vereador Francisco Samuel Lima Silveira (PSDB), 37, reagiu a um assalto à mão armada, na noite de ontem, em Teresina. Mesmo baleado, conseguiu atingir o bandido, que acabou morrendo metros depois do local da abordagem. O vereador é também delegado de polícia, e estava deixando os filhos na casa da ex-mulher, quando houve a tentativa de assalto. Ele passou por cirurgia em um hospital particular e não corre risco de morrer.

Silveira tinha acabado de chegar na frente da casa da ex-mulher, localizada na avenida Miguel Sady, no bairro São Cristóvão, quando foi abordado por um assaltante armado, que chegou em uma motocicleta. Não havia movimento na rua. A ex-mulher dele ouviu o barulho dos tiros, correu para a calçada e viu Silveira baleado. Ela quem o socorreu no carro do próprio vereador. Os filhos do ex-casal estavam dentro do carro. Eles passam bem.

Imagens de câmera de uma casa que fica na mesma rua registraram a ação, que durou cerca de um minuto. De acordo com a filmagem, o carro do vereador tinha acabado de parar quando uma motocicleta estaciona atrás do veículo. O condutor desce da moto e aborda o vereador. O homem encurrala o vereador contra o carro, que fecha a porta traseira para proteger os filhos. Depois, as câmeras filmam o homem correndo e atirando, contra Silveira, enquanto o vereador também atira.

As câmeras não filmaram quando Silveira foi baleado, pois o local que ele estava com o assaltante era oposto às câmeras. Ele foi atingido por um tiro no abdômen e foi socorrido no próprio carro, que foi conduzido pela ex-mulher.

Hoje, a assessoria de imprensa do vereador informou que ele segue internado em leito de UTI do hospital São Paulo, em recuperação de cirurgia para reconstrução das áreas afetadas pelo tiro. O projétil atingiu parte do intestino delgado e do ureter. “Ele está estável, sendo acompanhado pela família. Samuel permanecerá em observação na UTI, procedimento padrão no pós-operatório”, informou a nota.

Segundo a polícia, após parar a motocicleta, o homem anunciou o assalto quando o vereador estava abrindo a porta traseira do veículo para retirar dos filhos. Ele fecha a porta traseira para proteger as crianças. Silveira foi baleado, mas, mesmo assim, ainda conseguiu atirar várias vezes contra o assaltante, que correu, mas caiu e morreu a 100 metros do local, em uma calçada de uma casa vizinha.

“O suspeito tomou o telefone celular de Samuel [Silveira], e em seguida, eles entraram em luta corporal e houve troca de tiros. O assaltante morreu a poucos metros do local”, disse o delegado Júlio Castro, da Core (Coordenação de Recursos Especiais da Polícia Civil), que esteve no local fazendo os primeiros levantamentos do caso.

O delegado contou que o assaltante atirou duas vezes contra Silveira, e que o vereador não chegou a deflagrar todas as balas da pistola, pois ainda havia munição na arma. Ele não informou a quantidade.

A Polícia Militar e equipes da Core estiveram no local para iniciar os primeiros levantamentos do ocorrido. A motocicleta e a arma usada pelo homem, cujo nome não foi divulgado, foram apreendidas. A polícia identificou o dono da motocicleta, que foi intimado para explicar o empréstimo do veículo ao criminoso.


Nenhum comentário

Publicidade rodapé