Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Governo do DF rejeita vacina chinesa de Doria e diz que vai aguardar certificação da Anvisa

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que não pretende se antecipar para adquirir vacinas contra a Covid-19 antes que o presidente Jair B...




O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que não pretende se antecipar para adquirir vacinas contra a Covid-19 antes que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dê a palavra final sobre qual produto imunológico pretende importar para o Brasil.

“Vou esperar o governo federal”, adiantou o chefe do Executivo distrital, em conversa com a coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles.

A declaração do emedebista ocorre após o titular do Palácio do Planalto ter mandado cancelar o protocolo de intenções para a aquisição de 46 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac, firmado pelo Ministério da Saúde com o governo de São Paulo e o Instituto Butantan. O produto está na fase final da análise de eficácia.

“Já mandei cancelar, se ele assinou. O presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade, até porque estaria comprando uma vacina que ninguém está interessado por ela, a não ser nós”, frisou Bolsonaro.

Ao se referir à Coronavac, Bolsonaro ressaltou que “o povo brasileiro não será cobaia de ninguém” e que não se justifica um “bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou a fase de testes”.

Por  Metrópoles.

Nenhum comentário

Publicidade rodapé