Page Nav

HIDE

Corinthians não tem pressa por acerto com Philippe Coutinho

  O   Corinthians   deseja ter o meio-campista Philippe Coutinho, que está no Aston Villa, da Inglaterra, como principal reforço para a temp...

 

O Corinthians deseja ter o meio-campista Philippe Coutinho, que está no Aston Villa, da Inglaterra, como principal reforço para a temporada de 2023. Porém, a direção do clube alvinegro adota cautela na condução das tratativas para ter o jogador e conta com os esforços do empresário Kia Joorabchian, que representa o atleta.

O entendimento corintiano é que a temporada do clube ‘começará de verdade’ a partir de abril, quando inicia a fase de grupos da Libertadores. Assim, e assim não há necessidade de ter pressa nas tratativas por Coutinho.

O Aston Villa está ciente do interesse do Timão, mas aguarda um contato oficial do time paulista. Por enquanto, todas as tratativas estão sendo intermediadas somente por Kia. A chance de uma rescisão amigável não é descartada, mas para isso acontecer a tendência é que a situação seja arrastada até uma data próxima ao fechamento da janela de transferências, que se encerra no início de abril do ano que vem. Neste meio-tempo, o clube inglês ficará atento para possíveis propostas de equipes dispostas a embolsar um valor para contratar o jogador brasileiro - algo que dificilmente ocorrerá.

A ideia é que Philippe Coutinho faça um movimento semelhante ao que Willian fez no ano passado, quando deixou o Arsenal e acertou o seu retorno ao Timão. Na ocasião, houve uma rescisão contratual amigável entre o jogador e o time inglês, que fez com que o meia ficasse livre para firmar o acerto com o Coringão. Porém, no caso de Coutinho a situação não é tão simples. Através das redes sociais, o meio-campista garantiu que está satisfeito no Aston Villa e que em nenhum momento solicitou a sua saída do clube inglês. A postura já é diferente da que foi adotada por Willian, que estava infeliz nos Gunners e ‘fez força’ para deixar a equipe inglesa.

- Nos últimos dias vi muita notícia com meu nome, mas até aí tudo bem, o problema é que agora começaram algumas mentiras e estou aqui pra esclarecer. Nunca e em nenhum momento teve algum tipo de conversa minha pedindo para sair do clube, pois estou feliz aqui e minha família também. Meu único foco agora que estou recuperado da lesão, é trabalhar ao máximo a cada dia para jogar em alto nível e ajudar o clube e meus companheiros a atingir os nossos objetivos - escreveu Philippe Coutinho.

Mesmo não estando infeliz no Aston Villa, Coutinho vê como positiva a possibilidade de retornar ao Brasil e vestir a camisa do Corinthians. O jogador de 30 anos entende que ainda pode jogar em alto nível por alguns anos e quer voltar ao radar da Seleção Brasileira. Ele ficou fora da Copa do Mundo do Qatar, mesmo participando de boa parte do ciclo até o Mundial. Às vésperas do torneio, o jogador sofreu uma lesão muscular que foi um fator importante para a sua ausência da lista definitiva do técnico Tite. Ele ficou dois meses afastado dos gramados e voltou a ser relacionado na última segunda-feira (26), ficando no banco de reservas e entrando nos minutos finais na derrota do Aston para o Liverpool, por 3 a 1, em pleno Villa Park, pelo Campeonato Inglês.

Enquanto aguarda sem pressa a evolução do negócio, o Timão busca captar recursos para manter Philippe Coutinho, em caso de acerto. A ideia é firmar parceria com algum investidor para arcar com, pelo menos, parte dos salários do meio-campista. O histórico corintiano neste modelo de negócios não é favorável, principalmente por conta do 'calote' sofrido pelo Grupo Taunsa, que havia se comprometido a custear os salários do meia Paulinho, contratado no ano passado. A situação está na justiça. Porém, a direção corintiana entende que esta é a única forma de ter recursos para ter um jogador do nível de Coutinho no elenco.

Lance!