Page Nav

HIDE

Xuxa volta a perder ação movida contra Carla Zambelli

  A 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou improcedente ação de reparação de danos movida por Xuxa contra a...

 

A 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou improcedente ação de reparação de danos movida por Xuxa contra a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP). A decisão foi proferida nesta quarta-feira (1º) e manteve a decisão em primeira instância de 28 de julho do ano passado.

A ação foi ingressada após críticas da parlamentar ao livro Maya, escrito por Xuxa e voltado para o público infantil, com temática LGBTQIA+. A apresentadora pedia indenização no valor de R$ 150 mil.

Em julho de 2020, Carla Zambelli escreveu nas redes sociais que “sexualizar e instigar inocentes ao sexo pavimenta a pedofilia e a depravação”, referindo-se ao livro de Xuxa, que não havia sido lançado.