Page Nav

HIDE

Críticos do governo debocham após morte da mãe de Bolsonaro

A notícia a respeito da morte de Olinda Bolsonaro, mãe do presidente Jair Bolsonaro, gerou discussão nas redes sociais. Enquanto apoiadores ...


A notícia a respeito da morte de Olinda Bolsonaro, mãe do presidente Jair Bolsonaro, gerou discussão nas redes sociais. Enquanto apoiadores do governo expressaram solidariedade, críticos do chefe do Executivo debocharam de seu momento de luto.

Olinda tinha 94 anos e estava internada em um hospital de Registo, no interior de São Paulo. Ela faleceu na madrugada desta sexta-feira (21). A causa da morte não foi informada.

Opositores usaram as redes para protestar contra Bolsonaro. Antigas declarações do presidente foram lembradas em comentários a respeito da morte da mãe dele.

– Morreu de desgosto – questionou um usuário.

– E daí? Não sou coveiro. Todo mundo vai morrer um dia. Vão ficar de mimimi até quando? – declarou outro.

– Ele não estava preocupado. Vou viajar com a mãe internada. Ninguém normal faz isso. Como ele não é normal, faz – criticou mais um.

– Que seja bem recebida pelas milhares de outras mães que se foram por irresponsabilidade dele – apontou outro.

As críticas geraram revolta em apoiadores do governo, que questionaram onde está a empatia.

– Estranho ver pessoas que se diziam alarmadas com algumas frases do presidente, repetirem as mesmas frases sentindo prazer nisso. O nome disso é hipocrisia, né?! – rebateu um usuário.

– Lamentável como as pessoas perderam a empatia pelos outros. É como diz aquele ditado: “se fulano pular da ponte, você pula junto?”. Parem de falar baboseiras e fiquem em paz. Deixem o presidente viver o luto dele – disse outro.

 Por: Pleno.News