Page Nav

HIDE

BOMBA: Deputada Carla Zambelli solicita ao Ministério da Saúde e à ANVISA suspensão da vacinação infantil para investigação de reações adversas

  A deputada federal Carla Zambelli oficiou o Ministério da Saúde e a ANVISA, na última segunda-feira (17) cobrando providências após o caso...

 

A deputada federal Carla Zambelli oficiou o Ministério da Saúde e a ANVISA, na última segunda-feira (17) cobrando providências após o caso de crianças que tiveram reações adversas por receberem doses para adultos na Paraíba.

Ela solicitou a suspensão da aplicação da vacinação infantil até a reavaliação da segurança, uma vez que adolescentes recebem doses para adultos e a diferença de idade entre as crianças que receberam a dose adulta e os adolescentes é pouca.

Zambelli pontua, no documento, relatos amplamente divulgados na mídia de que os efeitos colaterais decorreriam da aplicação equivocada da versão da vacina Comirnaty destinada a adultos, e, portanto inadequada para o referido público-alvo.

Ao site G1, mães relataram algumas reações que seus filhos tiveram. “Febre depois da vacina, uma gripe que deu nele que até agora ele tá gripado. E passou quatro dias com o braço sem poder mexer”, disse Maria das Neves. “Febre alta, 40 graus de febre e vômito. Deu dipirona [na UBS] e a médica consultou, ficou em observação em casa, tomando vitamina C e antitérmico. A médica viu [o cartão de vacinação] e não disse nada”, relatou Janete Quirino.

Ela reforça a importância “da adoção de medidas seguras e eficazes no combate à pandemia”, contudo, entende que, “em primeiro lugar, deve ser priorizada a plena segurança de todos aqueles que optem por receber a imunização” e cita o art. 7º, caput, do Estatuto da Criança e do Adolescente, o qual assegura “o direito ao desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência”.

O ofício também foi encaminhado para a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, a Secretaria de Saúde do Município de Lucena e para o Ministério Público Federal.

Por: G1