Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Por medo, Monique pede para ficar isolada em presídio

Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, está presa no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janei...



Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, está presa no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo o portal Metrópoles, ela pediu a agentes da Secretaria de Estado Administração Penitenciária (Seap) para ir para o “seguro”, uma cela onde ficará isolada de outras internas.

Por enquanto, ela segue sozinha para cumprir o protocolo de segurança da Covid-19, que prevê uma quarentena de 14 dias.

– Após a quarentena, o interno é classificado pelo tipo de crime. Como a Monique fez o pedido de “seguro” em depoimento prestado, relatando o risco de vida em razão da rejeição das internas, quando passar os 14 dias, ela ficará isolada – explicou Raphael Montenegro, secretário de Administração Penitenciária.

O secretário disse ainda que a unidade onde Monique está dispõe de câmeras de segurança para monitorar as internas.

– No sistema não se faz distinção de presos por crime, e a gente tem que cumprir a lei. Agora, a administração pública tem ser transparente e dar satisfação à sociedade.

Monique e o namorado dela, Dr. Jairinho, estão presos por envolvimento na morte de Henry. Eles cumprem prisão temporária decretada por 30 dias após determinação do 2º Tribunal do Júri.

Por: Pleno news

Nenhum comentário

Publicidade rodapé