Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Ministro do Turismo relaciona pandemia a blasfêmia no Carnaval de 2019

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, usou as redes sociais neste sábado sem Carnaval (13/2) para fazer uma crítica ao  desfile da esc...




O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, usou as redes sociais neste sábado sem Carnaval (13/2) para fazer uma crítica ao desfile da escola de samba Gaviões da Fiel em 2019 e relacionar o que chamou de blasfêmia à impossibilidade de se festejar em 2021.

Na postagem, Machado usa uma montagem que traz uma imagem da comissão de frente da agremiação paulista de 2019 — falsamente identificada como se fosse em 2020 — e uma foto do Sambódromo vazio em 2021.

“Dá pra entender quem manda? Ou tem que desenhar?”, escreveu o ministro na postagem.

Quando passou a ser criticado por atacar uma festividade que, como ministro do Turismo, teria a função de promover, Machado reagiu dizendo não ser contra o Carnaval. “Sou contra tripudiar e blasfemar o nosso Pai”.

Veja a postagem:

gilson machado x carnavalgilson machado x carnaval
Ministro fez postagens neste sábado

No polêmico desfile, há a encenação do embate entre o diabo e um santo, e o bem vence no final.

Machado Neto já havia exibido sua religiosidade publicamente em junho de 2020, antes de virar ministro, quando tocou “Ave Maria” de Schubert na sanfona em uma live do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para homenagear as vítimas do coronavírus.

Por Metrópoles

Nenhum comentário

Publicidade rodapé